domingo, 1 de agosto de 2010

Fim do namoro

Quando comecei a namorar o Márden, sempre sentia um receio de falar dele aqui no blog porque pairava a dúvida: e se acabar? Invarialvemente os apaixonados me parecem tolos depois que a relação termina. Lembro de uma colega que, quando começou a namorar um cara, atualizou tudo no Orkut com o nome dela e dele, colocou foto, juras de amor. Então houve o término e, para mim, aquilo tudo parecia rir da cara dela.

Aí resolvi me entregar e deixar pra lá, principalmente quando vi que o próprio Márden não tinha essa reserva. Na verdade, quem estava errada era eu. Meu medo de exposição estava atuando e impedindo de fazer algo que era natural.

Só que o namoro acabou. Apagar fotos no Orkut foi relativamente simples, mas aqui... aqui estanquei. Não achei que devia deixar as coisas como estão, porque isso não dá o real retrato da situação, e lidar com a realidade é a única solução para qualquer problema. Daí pensei em editar os posts. Pensei em apagá-los.

Mas percebi uma coisa.

Olhei de relance os posts em que menciono meu ex-namorado. Eles não parecem rir de mim. Eles só contam uma história. Como tudo acaba, essa história também terminou. Assim, decidi escrever este post para sinalizar esse fim aqui no Reflexos.

Agora resta a nós dois virar a página.

Mais uma vez.

Sempre.

4 comentários:

Antônio Sozinho disse...

C'est la vie!

Juliana Marinho disse...

Teremos muitas outras oportunidades para nos encontrarmos!
Beijos e até mais

P.S. Postarei as fotos quando o escritório estiver pronto e conto com a sua ajuda para a divulgação dele ;)

Raquel disse...

Pode deixar, Ju!

Luciana disse...

Ana, te entendo em tudo e te digo minha conclusão: para quê viver tomando tanto cuidado?? A gente só vive essa vez, com esta personalidade, ao menos.. Sejamos amantes públicos, mostremos ao mundo o amor que trazemos dentro. E se não deu certo, ao menos fomos felizes. Que mal há nisso? :-)