domingo, 8 de fevereiro de 2009

Pachelbel Rant de Rob Paravonian

Este é um dos meus vídeos favoritos no YouTube. Rob Paravonian desabafa toda sua frustação com o Cânon em D do Pachelbel, música muito popular nos EUA em casamentos. Aliás, parece que ela é um pouquinho mais popular do que os ouvidos do Rob gostariam que fosse. Exponho aqui (sem pedir, shame on me) a versão legendada que o Aleh do fatosinuteis.blogspot.com fez:

video

Também fiz legendas para esse vídeo, mas minha burrice informaticaloide me impediu de inseri-la no clipe. Continuarei tentando.

Há mais sobre as músicas que o Rob canta em:

http://feelingelephants.wordpress.com/2008/01/18/pachebels-rant-dissected/

Fazendo justiça à música, acho uma das mais belas. Seria a minha música de casamento também. É a razão por que quero aprender violino. Tenho quatro versões que tocam repetidamente quando quero relaxar e esquecer o mundo.

No Playlist, encontrei duas versões de que gostei muito. A primeira deixa claro a parte do violoncelo que o Pachelbel compôs e que o Rob Paravonian tanto destesta. A segunda foi tocada no piano e é uma novidade para mim.




Gosto muito desta página http://www.helander.se/stefan/pachelbel/, onde primeiro tive contato com o vídeo do Rob Paravonian.

5 comentários:

Garota D disse...

Muito bom o vídeo. Mas que trauma hein? Acho que no meu casamento vou colocar uma coisa diferente, não sei ainda, mas algo me diz que terei tempo para pensar... ;]

Kovacs disse...

Raquel, obrigado pela dica sobre o texto de McEwan no Guardian!

Maddie disse...

OI lindinha! Já tentou o windows movie maker? Ficadica. Beijas e eu até que gosto dessa musiketa...

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

giovannabezerra disse...

ah, esqueci de dizer que adorei o vídeo, mas confeso que acho a música bem bonita... coisas de romãntiquinha assumida!